Rap

A singularidade e a destreza de Criolo

Excêntrico, versátil, metafórico poeta. Mesmo se fossem usados todos os adjetivos possíveis, nenhum deles seria suficiente para descrever precisamente a genuína arte de Criolo, um artista singular que dispensa qualquer rótulo. Após o excelente Nó na Orelha, 2012, lançou ao final do ano passado Convoque Seu Buda, nos presenteando com esse trabalho magnífico, complexo e denso; mais uma vez rompendo as barreiras do Rap, mesclando-o de maneira formidável à MPB e tendo como fruto dessa linda mistura tal musicalidade miscigenada e arrebatadora.

convoque seu buda

Muitas são as virtudes de Criolo que podemos observar não somente em Convoque Seu Buda como também ao longo de toda sua discografia. A principal delas é sua impressionante capacidade de adaptar-se a outros gêneros musicais. Assim como fez anteriormente, passeia por diversos estilos musicais sem nunca deixar de soar sincero e natural, como se dominasse todos aqueles estilos, como se pertencesse a todos eles; como, de tão grande artista, já não pertencesse a estilo nenhum e sim à sua própria arte. É a sua fluidez que encanta, a maleabilidade de sua poesia que conquista, a sua habilidade camaleônica que cativa.

Seja em canções que exploram elementos mais tradicionais do Rap – “Convoque Seu Buda” e “Duas de Cinco” – ou naquelas que mesclam esses elementos à sonoridade instrumental da banda – “Esquiva de Esgrima” e “Plano de Voo” – ou naquelas em que declama seus versos somente sob os alicerces instrumentais da banda e nada mais – “Casa de Papelão”, “Fermento pra Massa” – Criolo mantém-se consistente,direto e letal da primeira à última faixa.

É em três das dez faixas desse álbum que o artista passeia com propriedade por ritmos musicais que poucas vezes são assimilados ao rap e sua poesia. Em “Fermento pra Massa” usa a suavidade e malemolência do samba para cantar com toda sua destreza, por meio de versos inteligentíssimos as relações entre diferentes personagens do cotidiano em meio à importante agitação social recente do país. Logo na sequência, canta a densa e psicodélica – por que não?- “Pé de Breque”, passeando pelos ritmados e coloridos caminhos do reggae mais uma vez. A deliciosa “Pegue pra Ela” vem logo depois, com seu ritmo envolvente, com suas guitarras cativantes e a suavidade irresistível da voz de Criolo, a música mais… crocante de todo o álbum.

Mesmo explorando outros estilos musicais, não abandona o Rap mais tradicional. Abre o álbum com “Convoque Seu Buda”, trazendo uma musicalidade densa e suavemente psicodélica. “Duas de Cinco” é uma canção mais potente, mais tocante, que agrada mais que sua antecessora. Destaca-se em “Plano de Voo” a participação de Síntese e sua maneira pulsante e incessante de declamar seus versos, o que dá a essa faixa uma maior carga emocional, sentimental, que o ouvinte sente e agradece.

Após incontáveis execuções, duas faixas são as que mais se destacam e grudam na cabeça. Uma delas é a bela “Casa de Papelão”, que, tendo como alicerce as cadenciadas batidas da percussão e as concisas notas do baixo, cria toda uma atmosfera intimista e convidativa. “Esquiva de Esgrima” é o ponto máximo de Convoque Seu Buda e talvez seja a melhor canção já gravada pelo artista – surpreendentemente melhor que “Não Existe Amor em SP“, de Nó na Orelha. Mais uma vez Criolo utiliza da africaneidade dos ritmos dessa percussão para levar seu ouvinte a um estado elevado, onde somente sua música é capaz de levar.

Os momentos de experimentalismo estão em “Cartão de Visita” e “Fio de Prumo (Padê Onã)”. Com a participação da talentosíssima e apaixonante Tulipa Ruiz, em “Cartão de Visita” Criolo mostra toda sua excentricidade e entrega uma canção original e carismática. Já em “Frio de Prumo (Padê Onã)” traz toda a beleza, sutileza, firmeza e destreza da voz de Juçara Marçal e junto a sua ótima banda cria essa miscelânea musical cheia de africaneidade e brasilidade, como nunca antes se ouvira em um trabalho do artista, uma excelente canção.

Convoque Seu Buda se mostra a cada execução um trabalho ainda mais genuíno, sincero e transcendente. Criolo mostra mais uma vez o quanto é um dos principais artistas não somente da nova como também de toda a MPB. Nos presenteia com essa obra belíssima e memorável, um dos tesouros da música nacional. O álbum na íntegra você pode ouvir AQUI. Nota? 5/5, óbvio!

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s