Descubra, Indie Rock, Psychedelic Rock

Descubra: Boogarins e seu indie lisérgico

boogarins

O indie-psicodélico é um fenômeno. Nos últimos anos foi o movimento indie que mais ganhou espaço no mainstream, principalmente devido ao estrondoso sucesso de bandas vindas da cidade de Perth, Austrália. A explosão dessa vertente do indie nos últimos anos deu espaço a diversas bandas de todas as partes do Globo, como os ingleses do Temples – de quem já falamos por aqui. O Brasil não ficou de fora. Vindos do estado de Goiás, os rapazes dos Boogarins fazem por aqui um som de altíssima qualidade que já está conquistando jovens ao redor do mundo.

A demanda pelo gênero se tornou maciça e a quantidade de álbuns sendo produzidos e lançados no mercado é enorme. Muitas bandas que vêm aparecendo desde 2011 tachadas de psicodélicas não trazem muita novidade em seu som. Algumas buscam apenas reproduzir aquilo que as maiores bandas já fazem, criando uma espécie de cópia do som de Perth. Não é o caso do Boogarins. Em seu único trabalho, As Plantas que Curam, de 2013, a banda apresenta sua musicalidade leve e colorida cheia de brasilidade e vivacidade, um som próprio e cheio de personalidade.

Um dos principais méritos da banda nesse trabalho é conseguir explorar em cada uma das seis canções elementos diferentes, fazendo com que cada faixa soe única e conquiste com suas características singulares. Em “Lucifernandis“, “Erre” e “Infinu”  a banda se utiliza das duas guitarras para criar um som mais elétrico, trazendo lindos e enérgicos solos, riffs grudentos e refrões de facílima absorção. “Erre” é a melhor canção do disco, densa e pegajosa; que traz uma boa harmonia entre guitarra base, que soa crua e direta, e a guitarra solo, que dança solta pelos ouvidos. Em “Despreocupar”, “Hoje Aprendi a Verdade” e “Fim”  a banda explora acusticamente toda sua psicodelia à brasileira. É onde mais se destaca a sutileza do vocal principal, sempre muito bonito e cheio de personalidade.

O que mais atrai nos Boogarins é a sinceridade e a naturalidade que conseguem transmitir por meio de suas gostosas canções. A banda é mergulhada em lisergias, mas não faz esforço nenhum para ser; é uma característica natural que se manifesta por meio da sua música. É uma banda de musicalidade despreocupada, jovial e bastante cavitante As performances ao vivo são ótimas! O álbum é ótimo. Sem dúvida uma das melhores bandas da atual cena da música psicodélica mundial.

Anúncios
Padrão

Um comentário sobre “Descubra: Boogarins e seu indie lisérgico

  1. Pingback: Descubra: a miscelanea musical da Sala Espacial | O Sessentista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s