Descubra, Indie

Descubra: Câmera e seu indie envolvente

câmera

Direto de Belo Horizonte vem a banda protagonista de mais um post da série Descubra. A história de sua criação é inusitada.. Mesmo separadas pelos 9mil quilômetros entre BH e Paris, André Travassos e Bruno Faleiro uniram-se como Câmera para colocar em prática os planos de criarem uma banda juntos. De lá pra cá, vêm apresentando tal música cheia de personalidade e grande qualidade. Formada hoje por quatro membros fixos, já tem em sua bagagem três trabalhos: os EPs  Invisible Houses(2011) e Not Tourist(2011) e o álbum Mountain Tops(2014).

Invisible Houses é a apresentação da banda. Aqui encontramos uma atmosfera intimista e acolhedora caracterizada por baterias leves, linhas de baixo precisas e por guitarras muito bem orquestradas. As guitarras atraem todos os holofotes pelo jeito com que dançam nos ouvidos, pela harmonia com que coabitam e pela beleza de seus arranjos. Em canções como “Teenage Lust” e nas maravilhosas “Isles” e “House of the Holy Sins” a união de todas elas tece melodias que encantam com sua sutileza e beleza.

Já no pequeno Not Tourist, com apenas três faixas, deixa para trás o intimismo de Invisible Houses e traz uma proposta mais ritmada e em uma forma diferente de estruturar as canções e distribuir os instrumentos. E é apostando na novidade em sua musicalidade que acertam mais uma vez. Foge do intimismo em “Tulsa” e “Midnight Fever”. Em “Into the Night” temos o elo de ligação entre as propostas melódicas de Not Tourist e Invisible Houses.

Lançado em Outubro do ano passado, o tão esperado álbum da Câmera consegue sintetizar muito bem o que pode-se ouvir nos dois EPs. Contudo, não se contenta em ser apenas uma reprodução do que já foi apresentado anteriormente e traz a ótima mistura com a psicodelia, tão em voga atualmente. É em “Lost Cause I Surrender” que essa mescla rende o melhor resultado. Reunindo as diferentes propostas apresentadas anteriormente e acrescentando o colorido toque da neo-psicodelia, Mountain Tops é um trabalho consistente e cativante.

Com sua música sutil e envolvente, Câmera conquista o ouvinte. Uma banda de muitíssimo potencial e que mostrou ao longo de sua pequena obra sua capacidade de agregar à sua bela musicalidade novos elementos para incrementá-la ainda mais. A naturalidade do som e a profundidade de seu instrumental são a cereja do bolo.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s