Indie, Música Brasileira, Psychedelic Rock, Sem categoria

Manual: Boogarins em uma avalanche de psicodelia

Em algum momento do ano de 2013 ouvi falar de  certa banda brasileira que estava chamando bastante atenção e causando certo burburinho entre os fãs da música indie com seu primeiro álbum. Não contive a curiosidade e fui conferir aquele som. Nada parecia mais atraente aos meus ouvidos naquele momento. Logo perceberia que nada soaria tão atraente aos meus ouvidos naquele momento. A banda em questão era a goiana Boogarins, que acabara de lançar As Plantas que Curam. Dois anos depois, chegou ao fim a espera ansiosa por um novo trabalho da banda, com o lançamento de Manual (ou guia livre de dissolução dos sonhos). Continuar lendo

Anúncios
Padrão
Experimental, Psychedelic Rock

Tame Impala, Currents: décadence inélégante

Tame Impala despontou em 2012 como uma das principais bandas do meio indie. Naquele ano lançaram seu segundo trabalho, o elogiadíssimo Lonerism, que, com os hits fáceis Feels Like We Only Goes Backwards, Elephant, Apocalypse Dreams e Be Above It, elevaram a banda australiana ao mainstream. A banda – que na verdade só é uma banda quando sobe no palco, já que no estúdio tudo tem as mãos de Kevin Parker – encabeça a cena psicodélica originada na cidade de Perth, Austrália e é referência de qualidade, sutileza, lisergia e excentricidade. Bem, pelo menos costumava ser antes do recém-lançado Currents, seu terceiro álbum de estúdio.
Continuar lendo

Padrão
Indie, Psychedelic Rock

O colorido universo musical do Pond

Ao lado do Tame Impala, o POND é hoje a banda de indie-psicodélico mais reconhecida por público e crítica e também a presente no mainstream de festivais ao redor do mundo. E as semelhanças não param por aí. Além de terem surgido da mesma cena musical, a da cidade australiana de Perth, as duas bandas ainda compartilham alguns de seus membros e o espírito tropical que dita sua música. Dando continuidade aos seus três trabalhos, POND lançou neste mês de Janeiro seu quarto álbum: Man it Feels like Space Again, e é sobre ele que falaremos hoje. Continuar lendo

Padrão
Descubra, Indie Rock, Psychedelic Rock

Descubra: Boogarins e seu indie lisérgico

boogarins

O indie-psicodélico é um fenômeno. Nos últimos anos foi o movimento indie que mais ganhou espaço no mainstream, principalmente devido ao estrondoso sucesso de bandas vindas da cidade de Perth, Austrália. A explosão dessa vertente do indie nos últimos anos deu espaço a diversas bandas de todas as partes do Globo, como os ingleses do Temples – de quem já falamos por aqui. O Brasil não ficou de fora. Vindos do estado de Goiás, os rapazes dos Boogarins fazem por aqui um som de altíssima qualidade que já está conquistando jovens ao redor do mundo. Continuar lendo

Padrão
Indie Rock, Psychedelic Rock

A sutileza do Sun Structures

Uma das características mais interessantes e agradáveis do indie é sua capacidade de agregar à sua musicalidade tão jovem e atual elementos de outros diversos estilos musicais não tão atuais ou tão jovens quanto ele. Essa capacidade camaleônica do estilo é o que o torna cada vez mais versátil e dinâmico. A banda de hoje, Temples, é uma representante do indie-psicodélico, que busca acrescentar à leveza e jovialidade do estilo toques da velha psicodelia de bandas sessentistas. Seu álbum lançado esse ano causou certo burburinho entre a crítica de diversas partes do Globo. Ele é o Sun Structures, que chegou até a figurar entre os principais álbuns do ano, mesmo não merecendo.

Continuar lendo

Padrão